Como Ganhar Dinheiro com Doces de Forma Profissional

Neste artigo vamos explorar como ganhar dinheiro com doces de verdade. Atuando de forma profissional e visando a construção de um negócio duradouro no médio-longo prazo.

E isso tudo até mesmo se você tiver pouquíssimo dinheiro para começar.

Mesmo que o objetivo seja apenas ganhar uma renda extra, e não construir um negócio, você encontrará dicas valiosas aqui.

Algumas delas são:

  • Como escolher os melhores doces para vender;
  • Tipos de doces e sobremesas para vender;
  • Como conquistar clientes;
  • Como transmitir profissionalismo;
  • Como se destacar da concorrência.

…entre muitas outras.

Além de criar um negócio, você perceberá que vai poder trabalhar em casa vendendo os doces e utilizando o mínimo de recursos possíveis para começar. E, depois, quando o negócio for ganhando musculatura, poderá expandir muito mais.

Como Ganhar Dinheiro com Doces: Por onde começar?

Muita gente quer ganhar dinheiro com doces, mas a verdade é que não sabem nem por onde começar. Se nosso objetivo é aprender como ganhar dinheiro com doces, a gente precisa de um primeiro passo muito óbvio:

– Quais doces para vender nós iremos escolher?

A questão parece simples, mas a maioria trava aqui. Para tomar essa decisão, nós temos que encontrar um ponto em comum entre duas perguntas:

  1. Quais doces realmente possuem boa demanda?
  2. Quais doces eu gosto de trabalhar?

 

Não adianta eu escolher um doce para vender sendo que pouca gente gosta, pouca gente conhece, pouca gente quer. Por mais que eu adore aquele doce, adore trabalhar com ele, a chance de não ter boas vendas é enorme.

Por outro lado…

…se aquele é um doce com alta demanda, mas eu não gosto nem um pouco de trabalhar com ele, não sentiria satisfação em lidar com aquele produto.

Logo, vou achar desagradável aquele trabalho, não vou me atualizar constantemente, não vou ficar criando novas receitas… e meu negócio vai acabar transmitindo essa insatisfação para os clientes.

Lembre-se: nosso objetivo aqui é aprender como ganhar dinheiro com doces de forma profissional. Seja para abrir um negócio próprio e trabalhar em casa, ou simplesmente uma maneira de gerar uma renda extra.

Mas quando fazemos algo com qualidade, mesmo como forma de ganhar um dinheiro extra, temos muito mais chances de ter ótimos resultados. E assim, podemos querer transformar aquele projeto paralelo em fonte de renda principal.




Devo escolher apenas um tipo de doce ou ter uma boa variedade?

Precisamos escolher com qual(is) doce(s) nós queremos trabalhar. Podemos nos especializar em apenas um. Como, por exemplo, brigadeiros gourmet, e nos tornar referência naquele ramo.

…ou podemos escolher alguns doces diferentes, oferecendo um leque maior ao cliente.

Essa decisão depende de alguns fatores:

  • Vou trabalhar sozinho ou terei funcionários?

Se não teremos funcionários, ou teremos apenas um, fica difícil lidar com muitos tipos de doces ao mesmo tempo.

  • Já tenho conhecimento com algum doce ou vou precisar aprender tudo do zero?

Lembre-se, estamos falando de se trabalhar de forma profissional. Não basta saber fazer umas receitas para vender aqui, algumas trufas para vender ali e fim de papo.

Precisamos saber como fazer doces para vender com qualidade. Como lidar com os processos adequadamente, como uma empresa séria. Mesmo que essa empresa seja só de um funcionário: você.

Se não temos o conhecimento ainda, tudo bem. Vamos em busca de cursos de doces excelentes e aprendemos com os melhores profissionais.

  • Quanto dinheiro e tempo tenho disponíveis para aprendizagem?

Posso ter o dinheiro, mas não ter tempo. Posso ter tempo, mas não ter o dinheiro. Precisamos dos dois para aprender, e quanto mais doces queremos aprender, mais gastos.

  • Quanto dinheiro tenho disponível para iniciar o negócio?

Precisamos comprar a matéria-prima, os equipamentos, pagar a divulgação…

Claro que podemos começar o mais enxuto possível, usando nosso próprio fogão e tudo mais. Mas há um gasto mínimo em qualquer situação. Então é importante sabermos quanto pode ser esse nosso gasto mínimo. R$500, R$1000, R$20.000?

 

Essas são algumas perguntas que devemos responder para aprender como ganhar dinheiro com doces de verdade.

Na minha opinião, se temos poucos recursos para começar, o melhor caminho é se especializar em um único tipo de doce.

Tipos de Doces Para Vender: Doces Fáceis e Lucrativos

Existe uma bela lista de tipos de doces para vender. Muitos são doces fáceis de fazer. E também há uma outra grande lista de sobremesas para vender, como doces de pote e outra infinidade de tipos de doces.

Para escolher, vai depender também do nosso gosto e com qual público queremos trabalhar.

Se gostamos mais de trabalhar com bolo, temos que escolher se queremos criar bolo para casamentos, bolo no pote ou bolo caseiro, por exemplo. São públicos bem diferentes.

Já se gostamos de lidar com vendas mais por impulso, que podem ser para degustar naquele momento, no trabalho ou mesmo para presentear, talvez os tipos bombons sejam mais apropriados.

Seria melhor as trufas para vender? Ou que tal os brigadeiros gourmet?

Ambos são saborosos, bonitos e sofisticados. Podemos comer no carro, ônibus ou no trabalho, e também podem ser ótimos presentes!

Ou será que as tortinhas doces para vender sejam melhores?

Consegue visualizar o enorme caminho que temos pela frente?

Veja abaixo alguns tipos de doces para vender que podemos escolher:

  • Beijinhos gourmet
  • Bolo caseiro
  • Bolo de aniversário
  • Bolo de casamento
  • Bolo de pote
  • Brigadeiro gourmet
  • Cupcake
  • Doces finos
  • Pão de mel
  • Trufa

…entre muitos outros!

Estude bem quais tipos de doces você gosta mais de lidar. Depois avalie também o mercado. Como está a demanda por esses tipos que você escolheu. E então vá eliminando um por um até sobrar um ou dois, no máximo.

Se ficaram dois, é hora de decidir com qual começar. Veja qual é mais lucrativo. Se ambos são e têm alta procura, veja qual é mais fácil aprender e exige menos investimento no começo.

Um bom ponto de partida que tem ajudado muita gente é o eBook Como Fazer Doces Para Vender. Vale a pena conferir!

Como Aprender as Melhores Práticas e Criar Um Produto de Qualidade?

Sempre que possível, devemos aprender com os melhores. Então, se não conhecemos ninguém capaz que possa nos ensinar de graça, como um amigo ou familiar, só nos resta ir atrás de cursos.

Existem cursos de doces presenciais e cursos de doces online. Ambos são úteis e devem ser feitos.

O problema dos presenciais é que muitas vezes temos que nos deslocar para outra cidade, pagar hospedagem, tirar um tempo longe de família e trabalho, entre outros detalhes que acabam dificultando a vida das pessoas.

Banner - Como Fazer Doces Para Vender

Por isso gosto tanto dos cursos online. Podemos fazer em casa, no nosso tempo, assistir às dicas dos profissionais, voltar quantas vezes quisermos, entre outras facilidades.

Mas repito: ambos os cursos são valiosos e devem ser feitos.

A questão aqui é decidir por qual começar. Pois isso não pode ser um impeditivo para iniciarmos nosso trabalho de maneira profissional.

Se é mais fácil iniciarmos por um curso online, não devemos perder tempo. Depois que iniciarmos o negócio e começarmos a ganhar dinheiro com doces, podemos nos programar para fazer cursos presenciais em outras cidades, e até em outros países.

Aqui mesmo no Núcleo Empreendedor já mencionamos um curso de brigadeiro gourmet online, 100% em vídeo, de muita qualidade. Vale a pena conferir!

Cursos de Doces Online: Como funcionam?

Os cursos de doces online possuem suas variações. Mas o objetivo da maioria dos que estão no mercado é transformar o aluno em um empreendedor do ramo de doces.

Nesses cursos, ministrados por especialistas em determinado doce, aprendemos as melhores práticas, receitas para vender excelentes.

Como lidar com os custos, como evitar desperdício para lucrarmos mais, embalagens para doces diferenciadas.

Dicas de vendas, dicas de gestão de um negócio de doces, entre muitos outros aprendizados.

Varia de curso pra curso, de professor pra professor. Mas, em geral, aprendemos como começar um negócio nessa área de maneira enxuta, podendo realizar o trabalho em casa, mas ainda assim de maneira profissional.

Na sua maioria, são doces fáceis de fazer, fáceis de aprender, e por isso não há dificuldade em aprender online. São cursos em vídeo, voltados para quem quer ser profissional da área trabalhando por conta própria, e terminamos o curso com várias ideias para ganhar dinheiro com comida.

Resumindo: vamos aprender ideias para fazer e vender com quem já sabe muito do assunto, simples assim.

Como eu sei se já tenho um bom produto?

Comece dando de presente para seus amigos, familiares e pessoal do trabalho. Detalhe: sem falar que foi você que fez!

Não precisa criar um pacote inteiro de doces para cada um e gastar muito dinheiro com isso. Faça como se você fosse fazer uma amostra grátis. Se no pacote de brigadeiro, por exemplo, fosse de oito a dez brigadeiros, faça um pacote com quatro.

Se você perceber que o pessoal está adorando e perguntando onde você comprou, pedindo o telefone de quem fez ou coisa parecida, é sinal que você tem um bom produto.




Identidade Forte Traz Dinheiro!

Você prefere ganhar de presente um doce da Kopenhagen ou um da vizinha da sua tia? Provavelmente da Kopenhagen, certo? Mas como você sabe se o da vizinha da sua tia não é bem superior, com ingredientes de muito mais qualidade e feito sob medida pra você? Você não sabe, não é verdade?

Esse é o ponto. Preferimos comprar de quem já conhecemos ou ouvimos falar do que de um desconhecido.

É claro que para se tornar uma Kopenhagen leva anos de trabalho. Não só aperfeiçoando os produtos como também trabalhando na imagem. E não é essa a proposta aqui.

Se queremos saber como ganhar dinheiro com doces de verdade, precisamos atuar de forma profissional. Então, agora que já temos o conhecimento técnico e sabemos criar um excelente produto, precisamos construir uma boa identidade.

Isso inclui alguns fatores:

  • Bom nome, fácil de lembrar, de falar e que se diferencie da concorrência
  • Uma logomarca que transmita credibilidade
  • Boas embalagens que passe a imagem de ser um produto de qualidade
  • Bom material de divulgação, impresso em um bom papel

É claro que a identidade é muito mais que isso, mas esse já é um bom começo. Não precisamos gastar uma fortuna nisso. Em sites como o WeDoLogos é possível encontrar bons profissionais que podem realizar algumas dessas tarefas pra gente.

Quando trabalhamos já com um nome, logotipo, boa embalagem e bom material de divulgação as pessoas costumam nos levar mais a sério. Antes mesmo de provarem o produto!

Mas não tenho esse dinheiro pra começar, como eu faço?

Se você não tem como investir na sua identidade visual agora, ou não sabe nem mesmo se essa é a área que quer seguir – e por isso quer começar o mais enxuto possível -, não se preocupe. Há solução!

 

Presentear mais pessoas

Logo acima dei a sugestão de presentearmos as pessoas que conhecemos para testar o produto. Pode continuar com essa ideia e presentear outras pessoas.

De repente a mãe de um coleguinha do nosso filho, nossa professora de inglês ou quem a gente achar que mereça um presente assim do nada, sem uma razão específica.

Mas dessa vez devemos colar uma etiquetinha bonitinha com nosso nome, ou de nossa empresa, e o telefone, em uma parte mais discreta do produto. Pode ser escrita à mão mesmo!

Se depois eles nos elogiarem e perguntarem se foi a gente mesmo quem fez, confirmamos e dizemos que estamos vendendo e aceitando encomendas. E até podemos sugerir como opção de presente para datas comemorativas específicas. Dia das Mães, Dia das Crianças, Páscoa etc.

 

Festas de conhecidos

Dependendo do nosso tipo de doce, também podemos sugerir aos nossos conhecidos que encomendem com a gente para determinada festa de aniversário ou de casamento.

Mesmo que seja em pequena quantidade, seja substituindo um outro doce que estaria no menu, ou como mais uma outra opção.

E fazemos um preço bem mais baixo, claro. Mesmo que a gente só cobre a matéria-prima e a mão de obra. Só para mais pessoas provarem e ainda podermos colocar nossa divulgação em algum lugar. Mesmo que esse “algum lugar” seja o boca a boca.

Algo como: “Você gostou? Que ótimo! Eu que fiz! Tenho aceitado encomenda, mas só para daqui uns dois ou três meses mais ou menos, porque a demanda cresceu muito e ainda estou sozinha.”

Outras Ideias Para Ganhar Dinheiro com Doces

Existem muitas outras ideias para ganhar dinheiro com doces totalmente praticáveis e que muita gente não se dá conta do mar de oportunidades que tem em volta. Confira abaixo:

 

Feirinhas de bairro

Vender em feirinhas de bairro é uma excelente opção. Assim, além de já vendermos para nossos amigos e os amigos dos nossos amigos, agora começamos atingir um público que não tem contato algum com a gente.

E se nosso produto for bom mesmo, vai acontecer o boca a boca desse público, e mais pessoas vão nos procurar.

 

Parceria com vendedores de salgados

Também podemos fazer parceria com quem vende salgados. Talvez ela já tenha alguns clientes, mas como não trabalha com doces, deve perder alguns tipos de encomendas. E nós também não trabalhamos com salgados, então certos pedidos que poderiam ser maiores, vamos ter que deixar de atender.

Não mais!

Com uma parceria nós conseguimos oferecer mais produtos. E muitos clientes buscam doces e salgados.

 

Parceria com outros vendedores de doces

Também podemos fazer parceria com doceiros que não são nossos concorrentes diretos. Talvez eles queiram aumentar o leque de produtos que oferecem apenas para não perderem pedidos. Mas não querem necessariamente produzir novos doces.

Lembre-se: não é fácil incluir mais um tipo de doce no nosso portfólio se estamos trabalhando sozinho. Então por que eles iam querer dificultar ainda mais as coisas pra eles? E a gente também não quer isso no começo!

 

Parceria com outros tipos de empresas

Além de tudo isso, ainda podemos fazer parceria com outros tipos de empresas. Por exemplo, uma floricultura!

Se o tipo de doce que escolhemos for bom para presentes também, como caixas de trufas ou caixas de brigadeiro gourmet, eis uma ótima oportunidade para fazer parceria com floriculturas ou artesãos.

Viu como o céu é o limite?

Como Fazer Doces Para Vender: Aumentando os Lucros

Aprender como fazer doce para vender é um grande processo. Não basta sabermos fazer receitas. É preciso entender de negócios também. Toda a estrutura de um negócio também cabe aqui. Mesmo que a gente seja um microempresário realizando nosso trabalho em casa.

Para aumentarmos nossos lucros o primeiro passo é vendermos mais, claro. Afinal, se não tem venda fica impossível ter qualquer lucro.

Mas o outro passo extremamente importante é a gestão de custos. Temos que ter nossos custos na ponta do lápis. Devemos aprender como economizar o máximo possível, mas sem deixar a qualidade do produto e do serviço caírem.

Também precisamos saber como comprar mais barato. Isso é uma verdadeira arte. Há épocas em que certas matérias-primas são mais baratas. Outras conseguimos estocar por mais tempo sem que estraguem, e assim podemos comprar em quantidade maior e conseguir um bom desconto.

Cada doce tem seu modo de preparo. Então é importante avaliar se estamos preparando da maneira mais eficiente possível. Assim não perdemos tempo nem matéria-prima, economizamos energia, água e gás, e ainda produzimos mais por dia.

Conclusão: gastamos muito menos por cada unidade de doce. Assim, conseguimos aumentar o lucro sem precisar aumentar o preço final do produto.

É isso que difere empresas que crescem das que ficam estagnadas ou até vão à falência.

Ganhar Dinheiro com Doce de Forma Profissional

Agora nós já temos algumas receitas de doces para vender e já escolhemos o tipo de doce e quais sabores teremos. Também já sabemos como fazer nosso doce (trufa, pão de mel, brigadeiro, bolo de pote ou o que for). Agora é hora de profissionalizar o projeto e começar a alçar voos maiores!

Nesta fase, todo o lucro que tivermos com nossas primeiras encomendas devem ser reinvestidos na empresa. Repito: 100% do lucro deve ser reinvestido.

De que adianta buscar por boas ideias para ganhar dinheiro com comida se for pra viver trabalhando como um amador, não é verdade?

Então vamos utilizar esse dinheiro para construir o nosso negócio. E, no começo, nossa identidade visual. Além disso, é importante formalizar o negócio. Então vamos nos cadastrar como microempreendedor individual (MEI).

Neste caso, podemos ter apenas um funcionário, além de nós mesmos. Então é uma empresa de, no máximo, dois funcionários.

A identidade visual, além de logomarca, design de embalagem e material de divulgação, também inclui a parte digital. É muito importante ter uma ótima presença digital hoje em dia. Pois mesmo as compras que acontecem de modo presencial, são muito influenciadas pelo ambiente online.

Pense em quantas vezes você quis saber alguma informação de loja ou serviço presencial, mas buscou na internet antes….

Hora de Agir e Começar da Maneira Certa…

Depois de toda essa aula, sei que ficamos com diversas dúvidas na cabeça. E até dá um frio na barriga na hora de colocar a mão na massa, não é verdade?

Encarar tudo sozinho coloca um peso enorme em nossos ombros. Não sabemos nem por onde começar, como estruturar o negócio, e muitas outras questões.

Por isso, um bom guia para começar é o livro digital Como Fazer Doces Para Vender.

Clique na imagem abaixo e conheça todo seu conteúdo e como ele pode te ajudar nessa bela trajetória:

eBook Como Fazer Doces Para Vender

Conclusão

Procurei te passar uma forma concreta e duradoura de como ganhar dinheiro com doces. Quero que você consiga construir um negócio e ter sucesso de verdade nesse ramo.

Mostrei como começar; se é melhor trabalhar com apenas um ou vários doces; com quais tipos de doces para vender podemos atuar; e como trabalhar em casa vendendo doce e depois expandir o negócio.

Também mostrei como captar clientes, mesmo não tendo dinheiro para divulgação, como construir um negócio duradouro, entre algumas outras dicas.

Espero que você tenha terminado este artigo sabendo pelo menos a base de como ganhar dinheiro com doces de verdade. Acredite, mais de 90% das pessoas nesse ramo não sabem nada disso e ganham muito pouco com seus doces. Praticamente sobrevivem.

Você não quer isso, não é verdade?

Se ficou com alguma dúvida ou tem alguma sugestão, fique à vontade para deixar um comentário abaixo.

E você, com qual doce está pensando em trabalhar? Sobre qual doce você gostaria de encontrar várias dicas aqui para alavancar o seu negócio?

Até a próxima!




Responder